bannerrootday

Testes consideram antivírus Windows Defender ineficaz contra pragas novas

Especialistas em segurança do site AV-TEST coletaram dados que apontam que o Windows Defender, antivírus desenvolvido pela Microsoft, é ineficaz na proteção dos computadores. Os testes foram comparados a resultados de 28 diferentes softwares que disputam o mercado.
Plataforma de segurança da Microsoft pode deixar a desejar em situações críticas (Foto: Reprodução/Softpedia)

A análise expôs o Windows a um malware inédito, totalmente desconhecido. A partir disso, os especialistas monitoraram a capacidade dos antivírus em identificar a ameaça e impedir que ela causasse danos aos sistema. BitDefender, F-Secure e Kaspersky foram os melhores no teste. Na sequencia da classificação: Norton, Trend Micro e Avast, tiveram avaliações que oscilaram entre 97 e 100 pontos.
O Windows Defender conquistou apenas 79 pontos no teste de 
identificação do malware, bem abaixo da concorência. No isolamento da ameaça diante do restante do sistema, o antivírus gratuito da Microsoft atingiu marca de 97% de eficiência.
Outro critério do teste em que o Windows Defender teve mau desempenho foi a avaliação de usabilidade. Nele, os especialistas avaliaram a facilidade de uso da ferramenta, interface e a performance. Enquanto BitDefender e Kaspersky se saíram bem novamente, o produto da Microsoft teve uma nota baixa por conta do impacto que ele causa no rendimento do sistema.
Segundo a AV-TEST, os teste foram feitos nas versões Windows XP, 7 e 8. O grupo recomenda usar proteções extras aos serviços da Microsoft em casos de novos vírus.
Via AV-TEST

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

Ministério Público de SP e Microsoft firmam acordo para barrar crimes cibernéticos

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018