Identifique cinco sinais de que está na hora de trocar o seu computador

Há muitos computadores que duram anos e anos. Outros que precisam ser substituídos rapidamente. Mas nem sempre é fácil para o usuário sentir qual é o momento certo para abandonar seu PC e investir em uma máquina nova. Por isso, é preciso aprender a identificar os sinais de que está na hora de aposentar seu computador.




Para auxiliar os usuários que estão em dúvida, o gerente de marketing da Intel Brasil, Carlos Augusto Buarque identificou cinco pontos básicos que devem ser vistos como preocupantes. Se o seu computador estiver sofrendo com um (ou mais) deles, provavelmente, está na hora de aposentá-lo e adquirir um modelo mais moderno. A começar pelo que ele chama de “Síndrome da Ampulheta”.




“O computador existe para deixar a nossa vida mais fácil e mais produtiva, e não para gerar stress. Uma pesquisa da Intel mostrou que pessoas estressadas com o computador adquirem hábitos pouco saudáveis como gritar com o computador e bater no mouse ou na tela. Se você passa muito tempo esperando o seu computador responder, está na hora de renovar. Computador não deve ser motivo de frustração”, diz.
Além disso, a “Disfunção motora causada por fios” também deve ser levada em consideração. Cada vez mais os computadores móveis têm bateria com maior duração e se conectam a periféricos sem a necessidade dos fios. Se a sua máquina ainda não está neste nível, talvez seja interessante aproveitar que os PCs tiveram uma queda de mais de 61% no preço médio nos últimos 10 anos e adquirir um modelo mais atualizado.
O terceiro problema é a "Digipocondria”. Há muitos computadores que precisam ser reparados toda hora por diversos motivos. Isso acaba fazendo com que eles fiquem mais frágeis. Por isso, é preciso reconhecer a ação do tempo e saber que máquinas que já estão funcionando há muitos anos em um mesmo patamar, muito provavelmente, já serão superadas em um período curto de tempo, e poderão causar muitos problemas.
“Computadores com mais de três anos de idade têm uma probabilidade muito maior de apresentar problemas de hardware e brechas de segurança, além de gastarem muito mais energia elétrica”, destaca Buarque.
O quarto sinal é o “Distúrbio do Sistema Operacional Antigo”, que tem a ver com o software. O Windows XP, por exemplo, sai de linha em 2014. Ficará sem patches e suporte da Microsoft. Portanto, se você ainda o utiliza, está na hora de um update.
Fechando a lista, o “Transtorno da Interface Arcaica”. É preciso ter ciência de que somente mouse e teclado não são mais as únicas formas de interagir com um PC hoje. “Interfaces de toque já são realidade, e recursos de reconhecimentos de voz e gestos estão chegando ao mercado. Quem tem uma máquina com mais de quatro anos de idade é refém das interfaces tradicionais, e perde toda uma nova experiência que está rapidamente mudando a foram como interagimos com a tecnologia”, completa Carlos.
Faça sempre análises de desempenho de suas máquinas e não deixe que elas fiquem tanto tempo em funcionamento sem atualizações, tanto de hardware como de software. Isso pode fazer com que a vida útil delas aumente um pouco. Caso não dê certo, pense em desapegar e trocar por modelos mais baratos. O investimento pode valer mais do que as dores de cabeça no futuro.
Fonte: Tech Tudo


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta