No Brasil, console que roda jogos de 10 videogames deve custar R$ 600

O Retron 5 chega ao mercado norte-americano em 10 de dezembro e de uma a duas semanas depois ao Brasil, segundo Wagner Fulco (diretor de negócios da Hiperkin).  Por enquanto, a companhia estima que o preço será de R$ 600.



“Mas não sabemos ainda, devido à burocracia do governo brasileiro. Pode piorar ou pode melhorar”, diz. “Mas não vai custar R$ 4 mil que nem o PlayStation 4, né”, diz o executivo, brincando com o preço do console da Sony que assustou os jogadores brasileiros.


Nas apresentações das funcionalidades do videogame, Fulco, aliás, brinca que essa é a única diferença do Retron 5 para o PS4.

Pode-se usar os cartuchos de videogames NES, Famicon (versão japonesa do NES), Super Nintendo, Super Famicom (versão japonesa do SNES), Mega Drive, Genesis, Game Boy, Game Boy Color, Game Boy Advance e o Master System.
O controle do console não possui fio e pode ser configurado para os diversos consoles. A conexão é feita por bluetooth e responde dentro de um raio de dez metros. O videogame possui ainda entradas para os controles originais.
Em vez de botões direcionais, como os controles da maioria dos videogames que emula, o Retron 5 possui uma alavanca, similar à de aparelhos como PlayStation e Xbox, da Microsoft.
O Retron 5 também tenta solucionar o problema de rodar games antigos em TVs modernas. O Retron 5 usa entrada HDMI que transmite imagens de alta qualidade mesmo para cartuchos antigos.
Além disso, o console permite fazer capturas de telas durante o jogo, algo que já ocorre em consoles modernos. Os games poderão ainda ter sua progressão salva em um cartão de memória, dispositivo que também armazenará as imagens feitas durante as partidas.
O sistema do Retron 5 permitirá jogar os cartuchos antigos com todos as trapaças (mais comumente chamadas de "cheats" entre os gamers) disponíveis no Game Genies, espécie de lista de truques.


Além do console, a empresa traz ao Brasil o SupaBoy, um portátil do Super Nintendo. Ele é um pouco grande, mas compensa com a leveza. Agora, dá para jogar Super Mario em qualquer lugar. Quer jogar com um amigo? Conecte dois controles e faça a mágica acontecer em sua tela ou na televisão.


O Retron 5 chega ao Brasil em dezembro, custando R$ 599,90. Já o SupaBoy começa as vendas em novembro, por R$ 499,90. Os jogos são comercializados separadamente. Para comprá-lo, acesse o site da distribuidora dos videogames no Brasil 

Fontes: G1 , GQ Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta