Pebble é opção de relógio inteligente

Os smartwatchs, ou relógios inteligentes, começam a ganhar destaque no mundo dos eletrônicos. A Sony e a Samsung saíram na frente entre os grandes fabricantes e lançaram o Galaxy Gear e o SmartWatch. Também são cada vez mais fortes os boatos que a Apple está desenvolvendo um iWatch. Mas foi o Pebble que inaugurou este segmento.





O Pebble é um smartwatch personalizável que se conecta via Bluetooth com iPhone ou smartphones Android. A ideia foi viabilizada pelo Kickstarter e se tornou o projeto de maior sucesso até hoje no site de crowdfunding (na tradução literal, financiamento público – mas feito por pessoas físicas). O objetivo inicial era arrecadar US$ 100 mil e os idealizadores conseguiram cem vezes mais – US$ 10,2 milhões!

Entre as vantagens do Peeble estão as notificações rápidas. E-mails, ligações, SMS, mensagens do Whatsapp e várias outras notificações são recebidas diretamente no relógio. Depois de algumas críticas pela falta de aplicativos, os idealizadores do relógio disponibilizaram um SDK – Software Development Kit (ou pacote de desenvolvimento de software) que permite à programadores elaborarem apps para rodarem no aparelho.

Os primeiros resultados já apareceram com vários apps de customização da tela principal, as chamadas watchfaces, algumas até são animadas. Mas também já foram criados aplicativos para música, bicicleta, corrida, calendário e várias outras atividades.

Uma das últimas novidades é o httpebble. O app permite a comunicação do relógio com a internet através de um smartphone e permite que o Pebble exiba informações como previsão do tempo ou um feed de redes sociais.

Na comparação com o Galaxy Gear, a principal desvantagem é a falta de cores na tela do aparelho. A limitação da quantidade de aplicativos que pode ser instalada também é outro ponto negativo do relógio inteligente. Outro problema é que o nome da pessoa que está chamando, quando se recebe uma ligação, não é exibido. Isso complica já que hoje em dia sabemos poucos números de cor.

Já a bateria tem sido bastante elogiada e chega a durar 3 dias completos. O relógio custa US$ 150 dólares (cerca de R$ 320) e ainda não é vendido oficialmente no Brasil. O valor é mais baixo do que os US$ 300 do Galaxy Gear e dos US$ 199 do SmartWatch 2 nos EUA . No Brasil, o relógio da Samsung vai custar R$ 1.299,00. É preciso viajar para os Estados Unidos ou então importar pagando o frete e os impostos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta