bannerrootday

Razer apresenta o Project Christine, um conceito para um PC modular



A Razer, conhecida fabricante de acessórios e PCs para gamers, anunciou durante a CES 2014 o Project Christine, um conceito para a criação de um PC completamente modular. A idéia é possibilitar que mesmo usuários sem conhecimento técnico montem máquinas personalizadas de acordo com suas necessidades, sem encaixar um cabo ou apertar um parafuso sequer.



O que a empresa fez foi colocar cada componente de um PC (placa-mãe, RAM, disco, GPU, interfaces de rede, drive óptico, etc) em um módulo padronizado e autocontido. Os módulos são encaixados em uma torre que atua como um barramento, provendo comunicação entre eles e alimentação. Quer trocar a GPU? Desplugue o módulo antigo, plugue um novo. Colocar mais RAM? Plugue um módulo extra. Fazer um upgrade do processador? É só trocar o módulo correspondente.
Segundo a Razer, este design possibilita a criação de uma máquina “perpetuamente atualizável”. Cada módulo tem um sistema de refrigeração líquida e isolamento de ruído próprio, o que resulta em um PC silencioso e que pode ser “overclockado” com segurança. 
Por enquanto o Project Christine ainda é um conceito, e não há uma máquina construída de acordo com esta filosofia, nem uma previsão de quanto ela poderá chegar ao mercado ou quanto vai custar. Mas com certeza é uma das idéias mais interessantes no mercado de PCs desktop nos últimos anos.


Fonte: PC World

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018

Ministério Público de SP e Microsoft firmam acordo para barrar crimes cibernéticos