bannerrootday

Boeing planeja lançar smartphone que se autodestrói

A companhia aeroespacial Boeing está desenvolvendo um smartphone que se autodestrói. No caso, ele apaga todas as informações e softwares caso a opção seja ativada.







O smartphone que se autodestrói

O telefone é chamado de “Black” e rodará o sistema operacional Android. Seu sistema de segurança apaga todas as informações do celular caso ele seja invadido virtual ou fisicamente.
De acordo com a Boeing, o smartphone é selado com epoxy e mecanismo anti-invasão. Caso alguém tente acessar o dispositivo ao abrir o seu case, por exemplo, ele se autodestrói.
Consumidores comuns, porém, não precisam se animar, pois o dispositivo é desenvolvido com foco em agências governamentais. Basicamente, é um aparelho para espiões, no estilo James Bond da vida real.
A Boeing diz que as informações do smartphone, inclusive conversações por voz, são transmitidas e armazenadas de uma maneira extremamente segura. Como o dispositivo contém “segredos de comércio”, todas as informações técnicas do aparelho também são mantidas no escuro.
As pessoas que tiverem acesso a um desses produtos terão de assinar um contrato para manter sigilo sobre as especificações técnicas do aparelho.
Não há informações de quantas unidades foram encomendadas. Mas, levando em conta que a empresa já desenvolveu no passado dispositivos para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, é muito provável que ele abasteça as autoridades norte-americanas.

Fonte: Baboo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

Ministério Público de SP e Microsoft firmam acordo para barrar crimes cibernéticos

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018