AMD anuncia novos processadores Sempron para desktops

A AMD está lançando uma nova linha de processadores para desktops na família Sempron, que divide as opiniões dos entusiastas de hardware desde o lançamento dos primeiros modelos em 2004. Os novos chips serão usados em desktops de baixo custo (até US$ 399, nos EUA), e segundo Adam Kozak, Gerente de Marketing de Produtos para Desktops na AMD, um kit “básico” composto por um processador Sempron e uma placa-mãe poderá custar a partir de US$ 60. 



A empresa também está lançando novos processadores Athlon, que geralmente trazem mais recursos e são mais caros que os Sempron. Ambas as linhas trazem processadores baseados na arquitetura Jaguar e GPUs Radeon baseadas na arquitetura Graphics Core Next (GCN), e estarão disponíveis em configurações com até quatro núcleos e suporte a 16 GB de RAM e USB 3.0.
Os Sempron são os processadores de menor custo, e desempenho, da AMD e ao longo de uma década de existência vem sendo criticados por seu baixo desempenho em comparação a outros produtos no mercado. Mas eles encontraram um nicho entre os consumidores que procuram PCs de baixo custo, e são usados em alguns dos desktops e notebooks mais baratos atualmente no mercado. 
Mas a AMD não se incomoda com a reputação dos chips. Os novos produtos são voltados à América Latina, Ásia-Pacífico e Japão, onde consumidores com um baixo orçamento compram as peças e montam suas próprias máquinas em casa.
Um processador “low-end” como o Sempron é necessário para os consumidores que são “extremamente sensíveis” ao preço, disse Dean McCarron, analisa principal da Mercury Research. Segundo ele, os processadores Sempron para desktops são responsáveis por 5% dos chips vendidos pela AMD.
Os novos Sempron irão competir com os processadores Atom, Pentium e Celeron da Intel baseados na arquitetura Bay Trail, que já começaram a aparecer em desktops e notebooks de baixo custo.
Fonte: PC World

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta