Confira as melhores dicas para quem deseja comprar um smartphone novo

Comprar um smartphone novo pode ser uma tarefa complicada. O que levar em conta antes de adquirir um? Para ajudar os usuários nessa tarefa, listamos oito detalhes aos quais o consumidor deve se atentar nas análises de aparelhos. Saiba quais são:




Preciso de um? 
A primeira questão é: o usuário necessita, realmente, de um smartphone novo? Para aqueles que utilizam o smart apenas para fazer e receber chamadas, comprar um aparelho com a variedade de funções que as novidades do mercado apresentam não é a melhor opção. Já os que precisam de uma conexão à Internet só para verificar e-mails e acessar redes sociais podem priorizar um modelo mais em conta. Não é preciso gastar mais de R$ 2 mil em um top de linha.
Portanto, não compre um smartphone só porque “é moda”. Veja se você realmente vai ter uma utilização frequente dos recursos que ele tem. Opte por um aparelho que combine as funcionalidades que você precisa com um preço que caiba no seu bolso.
Marca
Todas as marcas top, como AppleSamsungLG e Nokia, têm aparelhos de qualidade – e em diversas faixas de preço. A variedade de gadgets no mercado é grande, e o que mais tem que ser levado em consideração neste ponto é o suporte das companhias no país, além, é claro, dos recursos extras que cada marca tem como diferencial. 

Por exemplo: a Nokia tem câmeras PureView de alta qualidade, a Samsung vários apps pré-instalados, a Apple um sistema operacional exclusivo e por aí vai. Pesquise bastante sobre isso, e os detalhes das assistências técnicas de cada marca. Este é um ponto fundamental para o usuário levar em consideração antes de comprar um gadget.
Sistema operacional
Há três sistemas operacionais dominantes no mercado: AndroidiOS e Windows Phone. O Android é o mais popular, o iOS é exclusivo da Apple e o Windows Phone tem um ponto forte na integração com o Windows para computador. Cada plataforma possui um lado positivo e um negativo.

O Android conta com serviços do Google, variedade de aplicativos e muitas opções para a personalização. Porém, peca na segurança e deixa o usuário mais exposto a possíveis vírus. O iOS tem o iTunes, conteúdo variado para a reprodução multimídia e proteção ao usuário, mas é pouco customizável. Por fim, o Windows Phone tem o visual bonito e sincronização com serviços Microsoft, mas demora para receber novos apps.
Tela
As telas grandes são tendência no momento, mas é preciso pensar em detalhes como: para que você vai utilizar o gadget? Para trabalhar com digitação, por exemplo, as telas maiores são melhores, pois o teclado fica maior. Para jogar, ler livros, e assistir aos seus vídeos, idem. Porém, para usar apenas redes sociais, e-mail e apps básicos, não é preciso.

Com qualidade, é basicamente a mesma coisa. Quanto mais alta for a definição, melhor o telefone será para os aplicativos mais exigentes, vídeos e leitura. Vale lembrar também que uma resolução Full HD é melhor em uma tela de 4 polegadas do que em uma de 5 – pois ele terá melhor densidade de pixels por polegada.
Performance
O processador, a memória RAM e o espaço para armazenamento de arquivos são dados fundamentais para analisar-se a performance de um aparelho. Estas informações devem ser sempre pesquisadas. Mas, assim como em todos os quesitos anteriores, tudo vai ser dependente do seu perfil de uso.
Um processador quad-core, memória RAM de 2 GB e espaço de armazenamento de 32 GB é uma configuração básica para rodar tudo o que você precisar. Para quem quer um uso mais básico, um processador dual-core, com 1 GB de RAM e 16 GB para armazenar arquivos está de bom tamanho. Procure gadgets com slots para cartões microSD.
Câmera
Não caia na armadilha de olhar apenas os megapixels de uma câmera. Procure saber também quais os modos de disparo que ela possui, o tipo de flash utilizado e recursos como panorâmica, HDR, detecção de rostos e outros. Além disso, não deixe de checar informações sobre a qualidade de vídeo. Estabilizadores de imagem são recomendados.

Acessórios
Muitos smartphones têm acessórios vendidos separadamente que os tornam ainda mais completos. Carregadores sem fio, controles para transformá-los em videogames, lentes para serem adicionadas à câmera, capas com bateria extra e muito mais. Confira se seu próximo telefone terá compatibilidade com acessórios como estes.
Valor
Pesquise. Use sites de buscas de preços para avaliar o melhor preço possível para um aparelho. Além disso, verifique nas operadoras de telefonia móvel o quanto ele pode ser mais barato se adquirido em um plano da empresa. Assim, você conseguirá economizar, pagando menos do que nas versões desbloqueadas.
Fonte: Tech tudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta