Diferenças entre versões do iPhone 6 vão além da tela, diz site

iPhone 6 deve ter maiores diferenças entre as suas duas versões do que apenas o tamanho da tela. De acordo com informações obtidas pelo site Apple Insider, a companhia deve incluir a estabilização óptica de imagens (OIS) apenas no modelo de 5,5 polegadas, o maior, deixando a variante de 4,7 polegadas sem o recurso. A causa seria um problema na produção dos componentes, o que teria forçado a empresa a optar pelo telefone maior.




De acordo com um relatório obtido pelo site Apple Insider, a companhia norte-americana teve de retirar o recurso do iPhone de 4,7 polegadas graças a problemas de produção dos fornecedores e também para diferenciá-lo do modelo de 5,5 polegadas. Para quem não conhece, o sistema de estabilização óptica de imagem (OIS) utilizar recursos físicos na câmera para fazer com que a imagem registrada seja menos tremida e apresente melhores resultados. A tecnologia já está presente, por exemplo, nos tops de linha da Nokia e da LG.
Apesar da ausência do OIS, o mesmo relatório garantiu que a Apple deve fazer melhorias no iPhone 6 de 4,7 polegadas. Segundo o documento, a companhia deve incluir um sistema de estabilização similar ao doiPhone 5S, atual top da empresa, mas com diversas melhorias. Além disso, ambos os modelos devem ganhar melhorias nas lentes, tempos de foco, resolução da câmera e consumo de energia, de acordo com uma série de rumores.
O iPhone 6 é aguardado para o mês de setembro, época em que a Apple costuma lançar seus aparelhos, junto com a versão final do iOS 8. As diferenças de especificações entre ambos os modelos pode indicar que a Apple pretende trabalhar com um smartphone premium de 5,5 polegadas e uma mais simples com 4,7 polegadas, como foi na apresentação do 5S e 5C. No entanto, a fabricante não confirma nenhum dos rumores.
Fonte: Tech tudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta