Jovens ainda amam o Facebook e gastam ainda mais tempo na rede pelo celular

Um estudo da Forrester Research mostrou que o Facebook ainda é a rede social mais usada por adolescentes, pelo menos nos Estados Unidos. Publicada na terça-feira (24), a pesquisa afirma que mais de três quartos dos jovens online usam o Facebook. Além disso, os que acessam via smartphone declaram passar todo o tempo conectados à rede, número duas vezes maior do que os que não usam.




Os dados desmentem a ideia de que a rede de Mark Zuckerberg tenha perdido popularidade entre os mais novos, como afirmou uma pesquisa desenvolvida pelo Pew Research Center em maio do ano passado. A análise de 2013, também feita apenas com os americanos, ganhou força principalmente depois de ter sido confirmada pelos próprios co-fundadores do Facebook, como David Ebersman.
Ao que parece, a razão pela qual os resultados são conflitantes tem origem na metodologia. Enquanto o estudo anterior considerava o número de adesões ao Facebook pelos adolescentes, o atual leva em conta a relação que eles têm com a plataforma, comparando com redes sociais concorrentes.
Entrevistando 4.517 jovens de 12 e 17 anos, a Forrester Research descobriu que o número de pessoas nessa faixa etária no Facebook é superior ao do Instagram e a do WhatsApp combinados. Da mesma forma, a base de usuários é maior que a do TwitterGoogle+PinterestTumblr e Snapchat, pendendo apenas para o YouTube. Curiosamente, o Facebook é proibido para menores de 13 anos nos EUA.

Outro ponto relevante da pesquisa é a frequência de uso, maior que todas as outras redes. Entre os jovens do Facebook, 57% disse usar mais a plataforma do que qualquer outra. A maior parte dos usuários jovens (12 e 13 anos) relatou entrar no site pelo menos uma vez por dia, e 28% do total de adolescentes afirmou ficar conectado sempre. Como a permanência está ligada ao uso via smartphone, e como os jovens de 16 e 17 anos usam mais esses dispositivos, a tendência é que a quantidade de horas gastas no Facebook aumente conforme o usuário fica mais velho.
Entre os jovens no Facebook, aqueles que usam smartphones dizem que passam o tempo inteiro na plataforma duas vezes mais do que aqueles que não usam - e o uso de smartphones só cresce.
Quando perguntados se estão usando mais o Facebook atualmente do que há um ano atrás, 46% dos jovens responderam que sim. Isso significa que mesmo havendo perda de interesse por parte de um público, houve aumento de outro lado. As pessoas de 12 e 13 anos são as que mais significativamente estão no primeiro grupo.

Fonte: Tech tudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta