bannerrootday

Moto E ou Xperia E1? Veja o comparativo de celular da semana

O comparativo desta semana de smartphones conta com dois Androids que têm agradado muito os usuários interessados em assistir à Copa do Mundo pelo celular. Por um lado, o Moto E, aposta recente da Motorola para o mercado de modelos básicos. Por outro, o Xperia E1, da Sony, com preço semelhante e também com TV Digital. Confira abaixo quem sairá melhor nesta disputa.




Desempenho: Moto E
Sony Xperia E1 e Moto E vêm com o mesmo “motor”: o processador dual-core Snapdragon 200, da Qualcomm. O chip garante desempenho razoável para execução das tarefas mais básicas, como apps e jogos mais simples – a maior parte do que está disponível na Play Store.
No entanto, o Moto E vem com o dobro de memória RAM, 1 GB contra somente 512 MB no Xperia E1. Com isso, o smart da Motorola tende a oferecer experiência superior na execução de várias tarefas ao mesmo tempo, o que reflete diretamente no uso diário do aparelho.

Bateria: Empate
O Xperia E1 tem bateria de capacidade menor do que o Moto E. São 1.700 mAh no Sony contra 1.980 mAh no Motorola. Porém, isso não deve se refletir na autonomia dos aparelhos longe da tomada, já que a energia a mais carregada pelo Moto E é consumida por sua tela de maior resolução – os dois prometem entregar um dia inteiro de uso moderado.
Tela: Moto E
Com o Moto G, a Motorola mostrou que um celular intermediário pode contar com uma tela de boa qualidade, e a estratégia se manteve mais ou menos a mesma no Moto E. Apesar de não ser HD, a tela do smart proporciona uma densidade razoável de pixels (256 ppi) distribuídos por 4,3 polegadas em resolução 540 x 960.
A tela do Xperia é pior em todos os quesitos. É menor, com 4 polegadas, oferece menos resolução (480 x 800) e, por isso, oferece menos pixels por polegada (233).
Dimensões: Xperia E1
Como a Motorola optou por uma tela de 4,3 polegadas no Moto E, o aparelho acaba sendo maior. Sendo assim, o Xperia E1 é mais compacto e fácil de manusear, especialmente para quem tem mãos pequenas. Ele é mais baixo, estreito e fino, além de ligeiramente mais leve que o Moto E.
Design: Empate
Neste quesito, trata-se mais de uma questão de gosto. Os materiais usados pelos dois modelos são similares, a maior parte plástico, portanto não se destacam pela qualidade de construção. A principal diferença está na silhueta. Enquanto o Moto E é mais arredondado, o Xperia E1 segue o padrão da Sony com linhas retas nas bordas.
Câmeras: Moto E
Nenhum dos dois aparelhos é um primor na hora de fotografar, mas o Moto E ganha de muito nesse setor. Isso porque o sensor de sua câmera traseira é de 5 megapixels, contra 3,15 megapixels no smart da Sony. Além disso, o Xperia grava vídeos somente em qualidade VGA, enquanto o Moto E chega à resolução de 854 x 480 pixels.
Vale notar que os dois aparelhos não possuem flash LED e nem câmera secundária. Portanto, nada de selfies com o sensor frontal e muito menos videochamadas.

Sistema operacional: Moto E
Assim como no Moto G e Moto X, o sistema operacional do Moto E recebeu pouquíssimas modificações por parte da Motorola, resultando em uma interface limpa e que roda de maneira fluida. Por outro lado, o Xperia E1 vem com a versão customizada do Android feita pela Sony, incluindo vários apps e serviços pré-instalados.
No geral, consumidores podem gostar visualmente de ambas as interfaces, mas o Moto E tra muito menos apps que não podem ser desinstalados e tende a ser mais estável.
Preço e disponibilidade: Xperia E1
Ambos os modelos estão disponíveis nos principais varejistas brasileiros, portanto o ganhador nesse quesito é o que tem o menor preço. O Xperia E1 pode ser encontrado por até R$ 100, em média, a menos do que o Moto E, cuja versão dual-chip com TV digital custa R$ 599 na loja oficial da Motorola.
Conclusão
Uma diferença de R$ 100 pode fazer a diferença na decisão de compra. Caso você deseje economizar, o Xperia E1 certamente consegue satisfazer as necessidades mais básicas do usuários, como uso de redes sociais, e-mail e jogos simples. No entanto, o Moto E é, no geral, um aparelho mais durável em termos de desempenho graças aos 512 MB a mais de RAM.
Apesar de mais caro, o smart da Motorola se mostra uma opção melhor por oferecer melhor desempenho nas tarefas diárias, além de praticamente os mesmos recursos que o Xperia E1 – suporte para dois chips e TV digital. No embate quesito por quesito, o Moto E ganhou se 6 a 4.

Fonte: Tech tudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CANAL NO TELEGRAM

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018