Microsoft remove mais de 1,5 mil aplicativos de loja do Windows Phone



A Microsoft removeu mais de 1,5 mil aplicativos da loja do Windows Phone como parte de uma reestruturação dos requisitos para conseguir lançar um app para o sistema. De acordo com a empresa, muitos usuários estavam reclamando da dificuldade em encontrar os downloads que queriam por conta de programas com nomes confusos.


"Nós levamos esse 'feedback' [dos usuários] a sério e modificamos os requisitos de certificação da Windows Store. Esse é um primeiro passo para melhor garantir que os aplicativos sejam nomeados e descritos de forma que não causem má interpretação sobre seus propósitos"."Toda loja de aplicativos encontra seu próprio equilíbrio entre qualidade de aplicativos e opções, o que por sua vez abre as portas para pessoas tentarem enganar o sistema com descrições ou títulos enganosos", afirmou a Microsoft em mensagem no blog do Windows.

Segundo a Microsoft, foram feitas mudanças nas regras para nomes, categorias e ícones. Agora, os aplicativos precisam ser batizados de forma que "reflitam precisamente e claramente a funcionalidade do app". A categorização, por sua vez, deve "garantir que os apps sejam classificados de acordo com sua função e propósito". Já os ícones "devem ser diferenciados para evitar que eles sejam confudidos com outros [apps]".

A empresa disse que as políticas revistas estão sendo aplicadas a todas as novas submissões de aplicativos e atualizações, tanto na loja do Windows quanto na do Windows Phone.

Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta