Hackers vazam 100 mil fotos do Snapchat

Após a onda de vazamentos de fotos íntimas de celebridades, agora foi a vez de anônimos terem imagens pessoais divulgadas na Internet. Um grupo de cibercriminosos atacou uma base de dados doSnapchat e vazou cerca de 100 mil fotos trocadas por usuários do aplicativo, muitos adolescentes. Ao todo, aproximadamente 13 GB de fotos foram interceptadas por estes hackers e divulgadas no 4chan.





Tudo aconteceu por intermédio de um cliente com acesso à base de dados do Snapchat, em que, através dele, foi possível coletar fotos e vídeos compartilhados pelo aplicativo. Com isso, os hackers conseguiram acessar todo o conteúdo que os usuários pensavam que ter sido deletado do servidor. 

Apesar de ser um caso grave, os responsáveis pelo Snapchat se isentam da culpa, uma vez que não foi o próprio Snapchat em si que foi hackeado, mas sim o Snapsave, um aplicativo de terceiros com o sistema exatamente igual ao do app original para Android. Segundo o site Business Insider, no entanto, o site afetado foi outro, o SnapSaved.com - que responde erro 404 no momento.

“Nós podemos confirmar que os servidores do Snapchat não foram vazados e não foram a fonte destes vazamentos. Os snapchatters foram vitimizados pelo uso de aplicativos de terceiros para mandar e receber snaps, uma prática que é expressamente proibida nos nossos Termos de Uso, justamente por conta de possíveis erros de segurança para os usuários”, disse o Snapchat ao Business Insider.

Os arquivos foram postados no site viralpop.com, que também é infectado com múltiplos malwares. Muitas pessoas baixaram o conteúdo, compartilharam e estão criando novas bases de dados. No site 4chan, internautas estão organizando uma lista com nomes de usuários e suas respectivas fotos, para que as pessoas possam procurar se tiveram imagens pessoais vazadas.

Problemas ao gravar um vídeo no Snapchat? Veja como resolver no Fórum do TechTudo. 

Segundo usuários do 4chan, o caso é ainda mais grave, porque há uma enorme quantidade de pornografia infantil, incluindo muitos vídeos e fotos que foram trocadas por jovens casais que praticam sexting. Este é apenas mais um caso de falha de segurança na história do Snapchat, marcado por erros e falhas de segurança.

Em 2013, pesquisadores revelaram que era possível descobrir os números de telefones de usuários do Snapchat. Não deu em outra, no Reveillón daquele ano, 4.6 milhões de nomes de usuários e telefones vazaram. Em fevereiro deste ano, hackers usaram o Snapchat para enviar fotos de smoothies de frutaspara milhares pessoas, além do recente envio de produtos de emagrecimento como spam.

Fonte: Olhar Direto

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta