bannerrootday

Mozilla fecha acordo com Yahoo



A Mozilla anunciou uma mudança no Firefox que pode mudar um pouco o panorama dos buscadores. A organização sem fins lucrativos fechou uma parceria de cinco anos com o Yahoo que prevê que o Google deixará de ser a ferramenta de buscas padrão do navegador, pelo menos nos Estados Unidos. 


O acordo prevê outras prováveis integrações entre os produtos, mas isso só será detalhado em um futuro próximo. A mudança deverá acontecer a partir de dezembro. 


A mudança é uma notícia enorme para o Yahoo, que hoje está distante da popularidade do Bing e ainda mais afastado do líder isolado de mercado, o Google. Apesar de o Firefox ter perdido mercado nos últimos anos, ainda é o meio usado por 17% dos usuários de internet para navegação. São cerca de 100 bilhões de buscas por ano, algo que pode ajudar bastante o Yahoo. 

Curiosamente, as notícias também são positivas para a Microsoft. Isso porque a empresa mantém desde 2009 um acordo que dita que o buscador do Yahoo utilize o motor de buscas do Bing. Então, a empresa responsável pelo Windows também ganha com o possível crescimento do Yahoo. 

Na Rússia, o Yandex passará a ser o buscador padrão. O fim do acordo com o Google também prevê outras parcerias locais, significando que o Brasil poderá ter seu próprio padrão. Claro, como em todos os navegadores, o usuário continuará tendo a possibilidade de utilizar o buscador que preferir. Basta ajustar as configurações para mudar o padrão como preferir. 

E o dinheiro? Os valores não são revelados, mas é de se esperar que a quantia paga pelo Yahoo seja significativa. O último relatório anual da Mozilla, divulgado no ano passado referente a 2012, revela que a organização teve receitas de US$ 311 milhões, sendo que 90% do valor veio do Google, justamente pelo fato de seu buscador ser o padrão do Firefox.

Fonte: Mozilla

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

CANAL NO TELEGRAM

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018