Google leva recurso de economia de dados do Chrome para os PCs

Chamada de Data Saver, ferramenta é indicada para quando usuário está fora de casa, precisando usar tethering ou outra situação parecida.





O Google recentemente adicionou outra maneira de reduzir as demandas de banda no seu PC quando você está fazendo tethering, ou qualquer outra situação em que cada MB é importante.

Os usuários do Chrome agora podem adicionar uma nova extensão chamada Data Saver (Beta) a partir da Chrome Web Store que comprime páginas web nos servidores do Google antes de entregá-las ao seu PC, um recurso que a versão móvel do Chrome já oferece desde 2013. A nova extensão não funciona quando o Chrome está no modo incógnito ou quando você se conecta a um site usando criptografia SSL (HTTPS).

Por que isso importa

Reduzir a demanda de banda é um recurso comum em aparelhos móveis com navegadores como Silk e Opera, além do app Opera Max. A compressão de dados nos PCs, no entanto, não recebeu tanta atenção uma vez que os PCs geralmente estão conectados via Wi-Fi ou Ethernet e as limitações de banda não representam um problema. O Opera foi, na verdade, o único browser conhecido a adicionar compressão de dados com seu recurso Turbo, lançado em 2009. Com os laptops ficando cada vez mais leves e móveis, e o Chrome OS ficando mais popular, focar na compressão de dados para PCs é algo que faz sentido.

Vale notar que o recurso, chamado Data Saver, ainda está na fase beta. Por isso, pode acontecer pequenos problemas ou bugs ocasionais. 

Ao menos que realmente esteja correndo risco de superar o limite de banda larga em casa, o melhor uso para o Data Saver é quando você está fora de casa usando a banda larga móvel. Também é possível combinar o Data Saver com outros recursos de economia de dados, como a configuração de medição de conexão do Windows 8.1.

Fonte: PC World

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta