Whatsapp vs Telegram


Até quando o WhatsApp irá se apoiar no que se tornou uma de suas únicas vantagens (senão a única) de ser o app de mensagens mais difundido do mundo? Existem muitos serviços infinitamente melhores e mais ricos em funções que estão a um botão de distância de todos na Play Store. Hoje, em nosso comparativo WhatsApp vs Telegram, vou mostrar como o Telegram, que considero o melhor app de mensagens, bate o WhatsApp em todos os quesitos-chave. 



O Telegram oferece muitas vantagens ausentes no WhatsApp. 


WhatsApp vs Telegram: Registro

O WhatsApp conquistou uma grande parte do mercado em pouquíssimo tempo graças a uma jogada genial: nada de email, nome de usuário ou senha… basta inserir seu número para começar a usar o serviço. Isso trouxe dois benefícios: o primeiro é a extrema simplicidade de registro e acesso; o segundo é o fato de não ser preciso procurar contatos, bastando o número de telefone salvo no smartphone.


O Telegram faz o mesmo, ou melhor: não requer nenhum dado exceto o número de telefone, e mostra automaticamente os seus contatos que já utilizam o Telegram. Mas além dessas opções já presentes no WhatsApp, podemos adicionar um nome de usuário ao nosso contato, de modo que somos visíveis numa eventual busca geral. Assim, é possível adicionar novos contatos de maneira ainda mais rápida, e encontrar amigos sem sem precisar do número de telefone (por exemplo, pode-se conversar com alguém que se conheceu online sem precisar trocar dados privados). Uma última vantagem nesse quesito é a possibilidade de inserir o link https://telegram.me/<username no seu site ou blog. Clicando nele, abre-se automaticamente (em qualquer plataforma) uma janela de chat do Telegram com o usuário especificado.
Telegram pode ser acessado de qualquer plataforma há muito tempo.

WhatsApp vs Telegram: Disponibilidade


Depois de se registrar no Telegram pelo smartphone, o usuário está pronto para utilizá-lo, mas e se quisermos enviar mensagens também a partir de um tablet? Nenhum problema: basta fazer o download do aplicativo, inserir o número de telefone e digitar o novo código recebido no smartphone. Como resultado, teremos duas plataformas sincronizadas com os nossos contatos. Também se pode usar esse método quando não se dispõe de um smartphone, inserindo um número ao qual se tenha acesso.

Com isso, estamos um passo à frente do WhatsApp. E se quisermos usar o Telegram também do computador? Existe um programa específico para Windows, OSX e Linux, ou uma versão web avançada que precisa unicamente de um navegador (função semelhante foi apenas recentemente integrada ao WhatsApp com o WhatsApp Web, mas sem suporte para o iOS por enquanto). No Telegram, sempre receberemos informações detalhadas sobre a posição e eventualmente o IP de quem se conectou usando o nosso número. Poderemos facilmente desconectar qualquer outro dispositivo indo a Configurações > Privacidade > Segurança > Fechar todas as outras sessões.
WhatsApp vs Telegram: Compartilhamento

1.5 GB pode ser transferido pelo Telegram!

Com o WhatsApp é possível enviar fotos, vídeos, arquivos de áudio, localização e contatos até o limite de 16 MB. Com o Telegram pode-se enviar qualquer arquivo de até 1,5 GB. Isso equivale a mais de 200 músicas de qualidade média num arquivo ou 1 filme de boa qualidade. Com o Telegram, não precisamos nos limitar a uma comunicação normal ou compartilhamento de selfies ou curtos arquivos de áudio. É possível usá-lo para transferência de arquivos de dimensões significativas, incluindo fotos com qualidade e alta resolução. 1.5 GB pode ser transferido pelo Telegram!

A ideia original do Telegram é fornecer um sistema gratuito de comunicação em que a segurança e a privacidade dos nossos dados estejam em primeiro lugar. Com efeito, o Telegram desafiou os hackers de todo o mundo e ofereceu uma recompensa de 200.000 dólares a quem conseguisse decifrar o conteúdo de uma mensagem enviada pelo aplicativo. Após um ano (2013-2014) ninguém conseguiu o feito, e a recompensa aumentou para 300.000 dólares. Sem resultado!


A comparação com o WhatsApp nesse quesito é simplesmente humilhante. Basta pensar no WhatsApp Sniffer, um app desenvolvido para demonstrar a falta de segurança do WA. Com ele é possível que o conteúdo das mensagens (texto, fotos, vídeos) sejam recebidos por todos que estejam conectados à mesma rede Wi-Fi (aberta ou protegida pela chave WEP).

A recompensa para quem hackear o Telegram ainda está valendo. 

O Telegram é um projeto sem fins lucrativos, desenvolvido por pessoas cujo único objetivo é fornecer algo de útil à comunidade, ou seja, um serviço de mensagens seguro e eficiente. Como diz a própria equipe do app:


O Telegram não foi pensado para gerar lucro, não venderá publicidade nunca e não aceitará investimentos externos. Ele não está à venda. Não estamos construindo um banco de dados, mas um programa de mensagens para as pessoas.
Conclusão

Já escrevemos muito, e aqui faremos um resumo de dois mundos diferentes:


Você pode experimentar o Telegram e ter um serviço com o qual é mais fácil iniciar novas conversas, que pode ser usado a partir de qualquer plataforma simultaneamente, com o qual é possível enviar arquivos de dimensões enormes, cujos diálogos são rigorosamente protegidos graças a uma atenção especial à segurança e à privacidade, completamente gratuito e com várias funções extras não examinadas neste artigo como grupos de 200 pessoas, chats secretos, mensagens que se auto-apagam, backup na nuvem disponível a partir de qualquer plataforma, etc.


Ou então você pode continuar com o WhatsApp se prefere um serviço limitado aos contatos do telefone, com o qual você pode transferir apenas fotos, vídeos e áudio de baixa qualidade e dimensões reduzidas, cujas falhas de segurança podem permitir que os diálogos sejam vistos e divulgados, isso tudo com um pagamento anual. Um pacote imperdível de vantagens, eu diria...

E aí? Convencido a usar o Telegram?

Fonte: AndroidPit

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta