Anonymous prometem divulgar identidade de membros do Ku Klux Klan



O coletivo de hackers Anonymous colocou online um vídeo de divulgação da próxima operação do grupo, garantindo que irá divulgar as identidades de milhares de membros do Ku Klux Klan (KKK). A operação, à qual chamaram "Hoods Off 2015" - aludindo à retirada dos "capuzes" com que os membros do KKK se escondem - irá desenvolver-se no Twitter: quarta-feira, dia 4 de novembro, os Anonymous vão promover a ação. No dia 5, quinta-feira, os nomes, números de telefone e endereços de email dos membros do Ku Klux Klan serão tornados públicos.

A operação coincide com uma data que os Anonymous assinalam com uma marcha simultânea em centenas de cidades de todo o mundo, a Million Mask March, um protesto contra a austeridade, a vigilância em massa, crimes de guerra e a corrupção política. Os participantes usam a máscara de Guy Fawkes, usada no filme V de Vingança e que os movimentos ativistas se encarregaram depois de popularizar, como símbolo de mudança e revolta política. O dia 5 de novembro é, precisamente, o dia de Guy Fawkes, acusado de coonspiração para a morte do Rei Jaime I, que era protestante. Fawkes, soldado católico, foi torturado e executado.

Apesar de a operação dos Anonymous ter data marcada, uma conta associada ao grupo de hackers partilhou no Twitter os números de telefone e emails de alegados membros do KKK, grupo xenófobo e nacionalista que tem procurado suprimir as ações daqueles que lutam pela igualdade racial nos Estados Unidos da América. Porém, os membros da organização que estão a trabalhar na operação "Hoods Off 2015" garantem que nada têm a ver com aquela lista, responsabilizando-se apenas pela veracidade dos dados que serão divulgados no próximo dia 5.

Senadores e presidentes de câmara de várias cidades norte-americanas foram visados nesta lista e muitos negam qualquer envolvimento com o grupo supremacista.

Fonte: DN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta