bannerrootday

FBI usa hackers para derrubar maior portal de pedofilia da web




A polícia federal norte-americana anunciou nesta sexta-feira, 8, a desativação daquele que era considerado o maior site distribuidor de conteúdo sobre pedofilia na internet. O Playpen só era acessível para usuários da "Deep Web": páginas da rede que não podem ser localizadas por motores de busca comuns (como o Google).

Segundo o FBI, o site tinha mais de 215 mil inscritos e 11 mil visitantes por semana. Para desarticular o serviço, a polícia usou uma técnica hacker conhecida como NIT ("network investigative technique", ou "técnica de investigação de rede"). Desse modo, mais de 1.300 endereços de IP - pertencentes aos visitadores do site - foram identificados.

Os investigadores localizaram os servidores que sustentavam o Playpen em fevereiro de 2015, mas em vez de desativá-lo imediatamente, transferiu a hospedagem do site para os próprios computadores da polícia. Desse modo, o FBI começou a enviar "termos de uso" para os visitantes (que, é claro, não o leram) através do qual puderam identificar seus endereços de IP.

O FBI não deu mais detalhes de como seu NIT funciona, mas assegurou que pretende abrir mais de 1.500 processos na Justiça americana contra os potenciais criminosos que acessavam o site.


Via Motherboard

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018

Ministério Público de SP e Microsoft firmam acordo para barrar crimes cibernéticos