Pesquisa confirma: Internet lenta aumenta o nível de stress; entenda



Pesquisadores da Ericsson confirmaram o que todos já sentem: conexões lentas de Internet aumentam o nível de stress. A empresa sueca fez um levantamento, publicado sob o título “O Stress dos Atrasos em Streamings”, em que analisou reações de 30 pessoas para identificar sentimentos como frustração e irritabilidade. Esperar mais tempo para carregar um conteúdo acaba com o humor dos internautas. Os pesquisadores mediram as atividades de cérebro, pulso e coração de cada usuário, enquanto realizavam tarefas na Internet e pelo celular.

As demoras em carregamento de vídeos, por exemplo, aumentaram a taxa de batimentos cardíacos em 38%. Em um período de 2 segundos de buffering, os níveis de stress podem dobrar. Um tempo maior, de 6 segundos, a irritação muda. Depois da alta, o nível de stress cai e torna-se uma conformidade, identificada até mesmo nos movimentos corporais, como as viradas de olhos, por exemplo.

Segundo os pesquisadores, o stress que temos com um carregamento lento de conteúdo na Internet é comparável ao de ver um filme de terror ou solucionar um problema matemático. O que pode ser até uma informação preocupante, já que fazer o corpo passar por isso muito tempo não é recomendável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta