Sete players de música grátis no Windows 10

No Windows 10, versão mais recente do sistema operacional da Microsoft, há várias opções de reprodutores de música para curtir. Entre os apps estão o MediaMonkey, iTunes e Foobar2000. São aplicativos que permitem modificações, suportam plug-ins e oferecem recursos avançados para satisfazer os desejos dos usuários. Além deles, existem outras cinco alternativas para você conhecer.

Na lista a seguir, veja sete alternativas gratuitas de reprodutores de música para rodar no Windows 10.

1. MusicBee


Gratuito, em português e possui menos de 50 MB quando instalado. O MusicBee possui recursos e permite que usuários com bibliotecas amplas tenham poderosas ferramentas de organização. O player conta com ferramentas de listas de reprodução inteligente, que se atualizam sozinhas, suporta plug-ins, sincronização com dispositivos móveis, permite edição das tags dos arquivos, sincronização com Last.fme oferece conversão de formatos menos difundidos – como flac e wma – para versão mp3. 


MusicBee tem suporte a temas, plug-ins e uma série de recursos avançados (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Outro ponto forte do MusicBee é a personalização: há temas disponíveis para o reprodutor de músicas grátis para desktop e, nas configurações do programa, o usuário pode mexer na posição de todos os elementos, remover o que não deseja e redefinir o tamanho de cada um deles no layout.


Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone


2. MediaMonkey


Gratuito, em português e com 54 MB, é similar ao MusicBee, inclusive na organização da interface e nas opções, o MediaMonkey é um reprodutor completo e se destaca entre as alternativas gratuitas.


Entre os recursos oferecidos, o aplicativo permite que o usuário "ripe CDs", grave discos e sincronize com Android ou e aparelhos iOS diferentes. Há versão Android que facilita o movimento de arquivos de áudio entre uma e outra biblioteca e é possível instalar a versão portable em pendrive ou HD externo.

Assim como o MusicBee, MediaMonkey conta com recursos avançados e interface bastante personalizável (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

O MediaMonkey possui uma versão paga, que custa US$ 25, além da gratuita. Ambas são recheadas de recursos de forma que pagar pela versão Gold não é uma necessidade em caso de iniciantes.


3. AIMP


Gratuito, em português e com 33 MB, sua interface é mais simples do que as opções anteriores, o AIMPesconde recursos interessantes. Entre eles, o equalizador com efeitos sonoros embutidos. Na prática, isso significa que pode aplicar alguns efeitos em suas músicas preferidas. Outro recurso é a ferramenta que remove a voz da trilha, permitindo que você cante músicas sem a voz do artista.

AIMP3 aparenta simplicidade, mas esconde recursos interessantes que fazem do usuário um DJ (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

É possível sincronizar o AIMP com o Last.FM e também há suporte a plug-ins (aimp.ru/catalog) e temas personalizados para deixar o aplicativo com a sua cara. Assim como o MediaMonkey, o AIMP permite a instalação de um portable em pendrives e HDs externos.

4. iTunes


Gratuito, em português e 120 MB, com menos recursos do que algumas das alternativas da lista, o iTunesé uma opção interessante por oferecer integração com o ecossistema de produtos e serviços da Apple. Ideal para quem tem dispositivos iOS, além de contar com o suporte técnico da empresa.


iTunes é o companheiro ideal de quem precisa sincronizar dispositivos iOS com o PC (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Fácil de usar, o iTunes conta com diversas funções de organização da biblioteca de áudio que devem cobrir as necessidades de usuários avançados. Mas o aplicativo não permite customização da interface gráfica e é um reprodutor famoso por ser mais pesado para o sistema operacional.


5. Foobar2000


Gratuito e em português, o FooBar2000 permite a instalação de plug-ins, interface personalizável e oferece suporte a vários formatos de áudio e música, além da possibilidade de gerar arquivos a partir de CDs. Outro ponto positivo desse reprodutor é que o player exige pouco do computador.

Foobar2000 está entre os reprodutores gratuitos mais interessantes para Windows (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)


O player doFoobar2000 requer apenas 10 MB, mesmo na instalação completa, no Windows 10. 


6. Tomahawk


Gratuito, em português e com 115 MB, o Tomahawk é um ótimo player para quem usa serviços e redes sociais. Suporta plug-ins (tomahawk-player.org) para integração com plataformas como Spotify e Last.FM. Com complementos, passa a ser capaz de identificar as suas listas nesses serviços. Além de versão paraWindows, também está disponível para Android, Linux e Mac OS.

Tomahawk aposta firme na integração com a Internet (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Um recurso bacana é a possibilidade de navegar em páginas com informações sobre artistas, que apresentam recomendações de músicas, além de recomendações de artistas semelhantes.


7. Clementine


Em português, gratuito e com 19 MB, o Clementine é um projeto que surgiu a partir do Amarok, player conhecido entre os usuários do Linux. Completo, têm a possibilidade de sincronizar mídia armazenada em serviços de nuvem online como o Dropbox e o Google Drive.

Clementine é uma alternativa mais simples, com origem no Amarok (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Há também a possibilidade de sincronizar o aplicativo com serviços de streaming de música, edição de tags dos arquivos de áudio e configuração de um smartphone com Android para controle remoto.

Fonte: Techtudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta