Android chega ao notebook: apps de celular passam a funcionar no Chrome OS



O Android se aproxima do Chrome OS, sistema operacional presente nos notebooks com a denominação"Chromebook". O Google anunciou nesta quinta-feira (19), durante um evento nos Estados Unidos, que os aplicativos para celulares e tablets vão funcionar normalmente nos notebooks com o Chrome OS. A novidade lembra bastante a integração entre o Windows 10 para PCs e smartphones – os apps funcionam em ambos os dispositivos.



Com a chegada dos programas de Android para o Chromebook, os consumidores interessados em comprar um laptop desta categoria terão mais aplicativos à disposição. Até o momento, era necessário que os desenvolvedores criassem apps específicos para o Chromebook.

A integração do Android e Chrome OS está baseada em três pilares: "velocidade, simplicidade e segurança". De acordo com o gigante da internet, os notebooks costumam ter hardware mais poderoso do que os smartphones, o que em tese permitirá um desempenho mais rápido na execução dos aplicativos de Android. A simplicidade se deve à interface já conhecida do Android, que está na versão Marshmallow e em breve chegará à versão N.

Por fim, a segurança. De acordo com o Google, os apps de Android rodam num container mais protegido do Chrome OS. Na prática, isso quer dizer que por mais que um hacker crie um aplicativo malicioso, é menos provável que ele consiga acessar os demais recursos do sistema.

O Chromebook foi a forma que o Google encontrou de aumentar sua presença no mundo dos notebooks. De modo geral, os laptops que recebem este nome têm pouca capacidade de armazenamento (em torno de 16 GB), o que ajuda a baratear os custos. O sistema é leve e depende amplamente de conexão com a internet para acessar os recursos.

Diversas empresas de computador fabricam notebooks do tipo Chromebook, como a Samsung e Acer. O preço dele é mais baixo no mercado americano, o que traz uma vantagem competitiva. No Brasil, a diferença é menos evidente, com alguns notebooks convencionais custando até menos do que aqueles com o Chrome OS.

Os apps de Android poderão rodar offline nos Chromebooks. Para isso, os próximos modelos de Chromebook receberão um ícone da Google Play Store, a loja de aplicativos do Google. Será a partir dela que eles terão acesso aos apps.

Representantes do Google demonstraram apps de Android em execução no Chrome OS. O carregamento é rápido. Ao executar o Photoshop para Android, um funcionário da empresa fez modificações em uma foto e a salvou na nuvem. Na sequência, abriu o app do Office 365 para criar um cartaz com aquela imagem. Depois, enviou o conteúdo por email pelo app do Gmail.

Mesmo nos aplicativos de Android é possível usar teclado e mouse/trackpad para interagir, além dos dedos em máquinas com touchscreen.

Segundo o Google, não há restrição para a compatibilidade dos novos apps – eles funcionam em máquinas com chip de arquitetura ARM ou Intel. Inicialmente, o recurso será liberado para o Acer Chromebook R11, Asus Chromebook Flip e Google Chromebook Pixel (2015) em junho de 2016. Depois desta data será a vez de a atualização chegar a diversos modelos de laptop com Chrome OS. A listagem completa foi publicada na página de suporte técnico do Chromebook.





Fonte: Techtudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta