Apple leva processo bilionário de homem que diz ter criado o iPhone em 1992



A Apple acaba de se tornar alvo de um processo bilionário dos mais bizarros envolvendo sua famosa linha de smartphones. O caso da vez surgiu com uma ação judicial feita por Thomas S. Ross, um residente da Flórida, nos EUA, que alegou que a empresa estaria infringindo os direitos de uma invenção feita por ele em 1992.

Em sua ação, Thomas afirma que a empresa teria roubado a ideia de uma de suas invenções, patenteada como ERB (sigla para “Dispositivo Eletrônico de Leitura”), na criação dos iPhones e, eventualmente, dos iPods e iPads. O aparelho consistia em um leitor de mídia com um visual relativamente parecido com nossos smartphones atuais, com uma enorme tela na frente e apenas alguns botões pequenos na parte de baixo, sendo pequeno o suficiente para caber na palma de sua mão.

Confira abaixo a imagem do projeto feito por ele:


Fonte: Tecmundo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta