PF combate a prática de crimes contra os direitos autorais pela internet



A Polícia Federal deflagrou hoje (13/10) a segunda fase da Operação Barba Negra para desarticular uma organização criminosa especializada na prática de crimes contra os direitos autorais pela internet.

Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão e 6 mandados de prisão nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraíba e Pernambuco. Cinco pessoas foram presas e um homem encontra-se foragido.

A operação conta com cooperação internacional da Interpol, que permitiu que fossem retirados do ar os sites armagedomfilmes.biz, filmesonlinegratis.net e megafilmeshd20.org, que operam de maneira ilegal no Brasil, disponibilizando conteúdo sem que sejam pagos os direitos autorais e tributos devidos.

Em conjunto, os três sites recebem uma média de 768 milhões de visitas anuais, com mais de 11 mil títulos disponíveis para streaming, com acessos partindo do Brasil e de vários países do mundo, especialmente Portugal e Japão. Em razão do enorme tráfego, comparável a grandes portais legítimos no Brasil, os sites atraem redes de propaganda online nacionais e estrangeiras, fonte da vultosa receita que obtém, prática que é o foco desta segunda fase da operação.

Os investigados responderão pela prática dos crimes de constituição de organização criminosa, com pena 3 a 8 anos e multa, e de violação de direitos autorais, com pena de 2 a 4 anos e multa.

A primeira fase da operação Barba Negra foi deflagrada em 18 de novembro de 2015 e retirou do ar o site Mega Filmes HD, também por operar ilegalmente no Brasil.

Haverá entrevista coletiva, às 15h30, no auditório da Delegacia da PF em Sorocaba (km103,5 da Rodovia Raposo Tavares).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta