bannerrootday

Google revela Android Things, novo sistema operacional para a Internet das Coisas



Com um mundo cada vez mais conectado, as gigantes da tecnologia trabalhando pesado em prol de oferecer a melhor experiência com os dispositivos em qualquer situação. Ainda nesta semana, a Microsoft anunciou que a Cortana ganhará integração com a Internet das Coisas, isto é, será integrada em dispositivos eletrônicos e vai auxiliar na expansão da tecnologia, com funcionalidades tanto para o âmbito doméstico quanto corporativo.

O Google também é um nome presente quando o assunto é IoT, visto todas as soluções desenvolvidas pelo gigantes de Mountain View ao longo do ano, como por exemplo, o Google Home, a versão repaginada do Google Cast oficializa em outubro.

Ainda na última terça-feira (13), a companhia revelou sua própria plataforma para coisas conectadas, que chega basicamente como mais uma variante ‘remodelada’ do Android, que ganha o nome de Android Things.



Como a própria nomenclatura sugere, o sistema é direcionado para conectar dispositivos eletrônicos utilizados no cotidiano, como aparelhos eletrodomésticos, eletroportáteis, máquinas industriais ou meios de transportes, por exemplo, à Internet.

Vale ressaltar que o Android Things não é algo relativamente novo, ele nasceu a partir do Brillo, uma plataforma desenvolvida pelo Google no último ano, sendo que a nova versão vai trabalhar com o mesmo conceito do Android, isto é, trazendo todas as ferramentas tradicionais do robozinho para os desenvolvedores, como Studio e o Google Play Services, que sem dúvida é algo positivo para que o conceito ganhe predileção rapidamente.

Atualmente, o modelo é compatível apenas com a Raspberry Pi 3, que também funciona com o Windows 10 IoT Core, com a Intel Edison e NXP Pico. Algo que também merece destaque, é que o Android Things trabalha com um padrão bem simples, com chips modestos e pouca RAM, porém, a equipe salienta que a plataforma ganhará suporte para outros protocolos de forma gradual, como por exemplo ao Weave, que é capaz de conectar o dispositivo aos servidores do Google, permitindo integração com o vigente Assistant.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

CANAL NO TELEGRAM

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018