Para voltar à China, Facebook abrirá escritório em Xangai



A diretora da Comissão Municipal de Comércio de Xangai, Shang Yuying, e a representante do Facebook na China, Wang-Li Moser, conversaram sobre o plano da companhia americana de abrir uma representação em Xangai, informou o portal financeiro Caixin nesta sexta-feira.

"Elas discutiram profundamente sobre o plano do Facebook de abrir um escritório em Xangai e outras questões", afirmou o órgão.

Desde 2009 bloqueado na China, o Facebook abriu um escritório em Pequim em 2014, mas nunca esclareceu qual é a sua função, além de servir como ligação para companhias chinesas que queiram anunciar na plataforma fora do país.

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, não esconde seu interesse em que a rede social entre no país, onde costuma ir com frequência por conta de sua mulher, Priscilla Chan. Em 2014, ele se reuniu com o então responsável da censura na internet, Lu Wei, e um ano depois, com o presidente do país, Xi Jinping, durante a visita oficial do governante a Washington. Também em 2015, ele fez um discurso em mandarim em uma universidade da capital.

Apesar do site ser proibido no país, o serviço de mensagem WhatsApp é liberado, mas sua popularidade é muito inferior à da rede social chinesa WeChat.

Em novembro, o The New York Times informou que engenheiros da rede social tinham desenvolvido uma ferramenta para se adaptar à censura chinesa, mas o Facebook garantiu à época que ainda não tinha tomado uma decisão sobre a "aproximação" com o país.

Fonte: Terra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta