Em SP, prefeitura usa drones para vigiar nova 'cracolândia'



Quase dois meses após anunciar que formaria um esquema de vigilância por drones pela cidade, a Prefeitura de São Paulo revelou um dos pontos em que o recurso já está em aplicação.

Em evento realizado pela Federação Brasileira de Bancos na última terça-feira, 6, o prefeito João Doria afirmou que a região da Praça Princesa Isabel, onde se formou uma nova "cracolândia", está sendo acompanhada pelo ar.

"Os traficantes podem não saber, mas então vão saber agora: estamos vigiando [a área] 24 horas por dia com os drones", revelou Doria, conforme reporta o TecMundo.

A prefeitura paulistana possui cinco drones e 15 kits de câmeras à disposição da Defesa Civil e da Guarda Civil Metropolitana. O equipamento foi doado pela empresa chinesa Dahua Technology em parceria com a PGIDB, segundo a administração Doria, sem qualquer custo para o município. O valor estimado dos drones e do kit é de R$ 650 mil.

Na época em que anunciou a parceria, a prefeitura informou que os kits de câmeras deveriam ser instalados tanto nas viaturas quanto nas fardas dos guardas civis, que poderiam usar o equipamento parar registrar vídeos, áudios e guardar coordenadas geográficas, além de transmitir os dados pela internet.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta