IBM apresenta primeiro mainframe com capacidade de criptografar dados




A IBM anunciou na quarta-feira, 19, o lançamento do IBM z14, 14ª geração do mainframe mais potente do mercado, capaz, segundo a empresa, de executar mais de 12 bilhões de transações criptografadas por dia, em tempo integral, garantindo máxima segurança a ambientes de TI.

A IBM classifica o anúncio como o mais significativo da tecnologia de mainframe em mais de uma década, por entrar definitivamente na era da proteção de dados, com poder operacional 35% maior que seu antecessor. A capacidade criptográfica do sistema agora também se estende aos dados, redes, dispositivos externos ou aplicativos inteiros e é capaz de operar transações criptografadas 18 vezes mais rápido que a maioria das plataformas x86, com apenas 5% do custo, garante K.R.E. Lind, engenheiro chefe de sistemas da Solitaire Interglobal.

As novas capacidades do IBM z14 foram desenvolvidas para atender a epidemia global de violações de dados gerada pelo cibercrime, que deverá gerar perdas à economia global de cerca de US$ 8 trilhões até 2022. Dos mais de 9 bilhões de registros de dados perdidos ou roubados desde 2013, apenas 4% foram criptografados, tornando a grande maioria dessas informações vulneráveis ​​aos cibercriminosos.

Segundo Anibal Strianese, diretor de systems hardware da IBM Brasil, a confiança gerada pelo uso da criptografia de dados é a nova moeda de troca da economia digital. “Hoje, sabemos que 90% das transações financeiras ao redor do mundo são realizadas em mainframes e tudo que reside nessas máquinas poderá ser encriptado, ou seja, se esse dado for roubado, se torna inútil pois está criptografado com uma chave”, afirma.

Atualmente, apenas 2% dos dados corporativos encontram-se criptografados, contra mais de 80% em dispositivos móveis, segundo a Solitaire Interglobal. Isso acontece porque as capacidades de criptografia em ambientes corporativos são complexas e difíceis de administrar para o cumprimento regulatório vigente, o que, consequentemente, afeta a experiência do usuário. Mas isso tende a mudar nos próximos anos. Com o z14, a IBM entrega um mecanismo com capacidade de atender de forma imediata a necessidade por segurança global dos dados.

Segurança e regulamentações

O IBM z14 também pretende ajudar as empresas a cumprirem com novos padrões de regulações, entre eles o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), da União Europeia, que aumentará os requisitos de conformidade de dados para organizações que fazem negócios na Europa a partir do próximo ano. O GDPR exigirá que as empresas denunciem violações de dados dentro de no máximo 72 horas ou poderão receber multas no valor de até 4% de sua receita anual, a menos que a organização possa demonstrar que os dados foram criptografados e as chaves protegidas.

“Estamos anunciando algumas funcionalidades para ter alta disponibilidade e continuar atendendo normas de hoje, mas também futuras que os órgãos estão criando para garantir uma disponibilidade do mercado financeiro como um todo”, completa Strianese.

Modelo de cobrança

A IBM também anunciou um modelo inovador de precificação chamado Container Pricing. Com ele, os clientes terão acesso a preços de software simplificados com uma implementação flexível, ou seja, ao invés de pagar por uma infraestrutura inteira, será possível pagar pela transação realizada, no modelo as a service. E, caso o projeto ganhe escala, o z14 terá capacidade para se adaptar à demanda e manter a cobrança por transação. As opções de preços de container estão desenhadas para dar aos clientes a previsibilidade necessária para seus negócios. Os modelos de preços são escaláveis e oferecem capacidade de medição, limitação e faturamento ajustadas com o modelo de negócio.

Para auxiliar o mercado com esse novo modelo de precificação, o Banco IBM S.A., braço financeiro da IBM Global Financing, pode ajudar os clientes com qualificação de crédito ao adquirirem o novo z14, reduzindo seu custo total de propriedade e acelerando o retorno sobre o investimento. As ofertas do IBM Global Financing para soluções mainframe estão disponíveis por meio da IBM e seus parceiros de negócio, com termos e condições flexíveis que podem se adaptar para alinhar os custos com os benefícios dos projetos ou outras necessidades dos clientes. Para mais informações acesse http://www-03.ibm.com/financing/br/banco/ e cheque as condições financeiras e de crédito.

Por dentro da infraestrutura do z14

A 14ª geração da tecnologia mainframe tem o microprocessador mais veloz da indústria [5.2GHz] e uma nova estrutura de sistema escalável que permite um aumento de 35% na capacidade de cargas de trabalho Linux em comparação com a geração anterior, o IBM z13. O sistema pode dar suporte a:

  • Mais de 12 bilhões de transações criptografadas por dia em um único sistema;
  • A maior instância do mundo de MongoDB com 2,5 vezes mais velocidade de desempenho NodeJS que as plataformas x86;
  • 2 milhões de Docker Containers;
  • 1000 bases de dados NoSQL concorrentes;
  • Três vezes mais memória que o sistema z13 para oferecer tempo de resposta mais rápido, maior produtividade e desempenho acelerado de análise. Com 32TB de memória, o z14 é o sistema com uma das maiores memória da indústria;
  • Triplo da velocidade de I/O e processamento acelerado de transações, em comparação ao z13, para um maior crescimento em dados, maior produtividade de transações e menor tempo de resposta;
  • Capacidade de executar cargas de trabalho Java 50% mais rápido que as alternativas x86;
  • Tempo de resposta ultrarrapido em Storage Area Network (SAN), com zHyperLink, o que representa uma latência dez vezes menor, comparada com o z13, e uma redução do tempo de resposta de aplicativos pela metade;
  • Permite a realização de mais cargas de trabalho, como análise de dados em tempo real ou interação com dispositivos de Internet das Coisas (IoT) e aplicativos de nuvem dentro da mesma transação, sem mudar nenhuma linha de código de aplicativo.

Fonte: IDG now

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta