Spotify quase foi comprado por gigante chinesa




Spotify é o serviço de música por streaming mais popular do mundo, fundado há 11 anos por um então pequeno grupo de desenvolvedores na Suécia, que hoje já é muito maior, naturalmente. Mas por pouco a empresa não se tornou uma subsidiária de outra no começo deste ano.

O site TechCrunch revelou que a gigante chinesa Tencent quase comprou o Spotify meses atrás. A Tencent é uma espécie de "Google da China", com domínio sobre diversos setores da tecnologia e da internet no mundo oriental. Ela é dona do WeChat, um dos apps de mensagens mais usados na Ásia, e do jogo "Clash of Clans", um dos mais rentáveis do mundo, só para citar dois exemplos.

Só não se sabe quanto dinheiro a Tencent teria oferecido ao Spotify, embora a empresa seja avaliada em US$ 13 bilhões por analistas de mercado. Porém, fontes indicam que os suecos recusaram a oferta porque planejam estrear na bolsa de valores no próximo ano. Nenhuma das companhias quis comentar o assunto.

O interesse da Tencent, por sua vez, seria o de expandir seus negócios para além da China e Ásia. A empresa também já é dona de serviços de streaming e gravadoras locais. No passado, relatos indicaram que até o Google teria tentado comprar o Spotify quando a empresa ainda não fazia tanto sucesso quanto hoje, mas também não teve sucesso.

Fonte: Olhar digital

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta