bannerrootday

Microsoft já corrigiu falha que permitia ataques via WI-Fi



Na manhã desta segunda-feira (16), foi exposta uma vulnerabilidade em redes Wi-Fi de todo o mundo, afetando roteadores de qualquer marca e modelo que usam o padrão de segurança WPA2.

A brecha permite que invasores roubem dados do usuário e também injetem malwares em sua rede, e dispositivos que usam praticamente qualquer sistema operacional ficaram vulneráveis, incluindo macOS, iOS, Android, Linux e Windows.

A Microsoft já corrigiu o problema para clientes que executam versões suportadas do Windows. "Nós lançamos uma atualização de segurança e resolvemos esse problema", anunciou um porta-voz da empresa no início desta tarde. "Os clientes que aplicam a atualização automática serão protegidos, e continuamos a encorajar os clientes a ativar as atualizações automáticas do sistema para garantir sua proteção", completou.

Já a Google prometeu liberar uma correção para o Android "nas próximas semanas", sem especificar uma data exata para tal. Os novos Pixel serão os primeiros a receber as correções de segurança, mas pesquisadores do mercado afirmam que 41% dos dispositivos com Android são vulneráveis a uma variante "excepcionalmente devastadora" do ataque via Wi-Fi.

A Apple, por sua vez, ainda não esclareceu se as versões mais recentes do macOS e iOS estão vulneráveis, mas, em todo caso, vale a pena atualizar seus dispositivos o quanto antes, por garantia.

Fonte: Canaltech

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CANAL NO TELEGRAM

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018