Microsoft já corrigiu falha que permitia ataques via WI-Fi



Na manhã desta segunda-feira (16), foi exposta uma vulnerabilidade em redes Wi-Fi de todo o mundo, afetando roteadores de qualquer marca e modelo que usam o padrão de segurança WPA2.

A brecha permite que invasores roubem dados do usuário e também injetem malwares em sua rede, e dispositivos que usam praticamente qualquer sistema operacional ficaram vulneráveis, incluindo macOS, iOS, Android, Linux e Windows.

A Microsoft já corrigiu o problema para clientes que executam versões suportadas do Windows. "Nós lançamos uma atualização de segurança e resolvemos esse problema", anunciou um porta-voz da empresa no início desta tarde. "Os clientes que aplicam a atualização automática serão protegidos, e continuamos a encorajar os clientes a ativar as atualizações automáticas do sistema para garantir sua proteção", completou.

Já a Google prometeu liberar uma correção para o Android "nas próximas semanas", sem especificar uma data exata para tal. Os novos Pixel serão os primeiros a receber as correções de segurança, mas pesquisadores do mercado afirmam que 41% dos dispositivos com Android são vulneráveis a uma variante "excepcionalmente devastadora" do ataque via Wi-Fi.

A Apple, por sua vez, ainda não esclareceu se as versões mais recentes do macOS e iOS estão vulneráveis, mas, em todo caso, vale a pena atualizar seus dispositivos o quanto antes, por garantia.

Fonte: Canaltech

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ransomware de origem russa Spora chega ao Brasil e causa estragos

Intel anuncia nova tecnologia de armazenamento

Nintendo Switch já está sendo vendido no Brasil e o preço assusta