bannerrootday

Governo da Venezuela obriga que mineradores de Bitcoin façam um registro online



A partir de agora, quem quiser minerar Bitcoin na Venezuela somente o poderá fazer depois de realizar um registro online. Isso porque a mineração da criptomoeda explodiu recentemente no país, que, além de tudo, vem enfrentando uma hiperinflação por conta de políticas públicas autoritárias.

Então, muitas pessoas enxergaram a Bitcoin como uma oportunidade de fazer o dinheiro render, burlando a crise econômica local. Mas agora, com a decisão do governo, quem decidir minerar Bitcoins no país precisará informar quem são, onde estão, e quais equipamentos usarão para essa finalidade. Tudo para que o governo tenha um controle sobre as transações, como parte dos novos projetos de Carlos Vargas, o superintendente de criptomoedas da Venezuela.

De um lado, quem acha a obrigatoriedade do registro algo positivo diz que isso vai oferecer proteções legais aos mineradores. Do outro, os críticos da nova medida creem que o governo somente está querendo controlar e reprimir ainda mais a população, considerando que, no início de dezembro, a polícia do país prendeu um homem de 31 anos, confiscando seus 21 computadores sob a acusação de fraude cambial, crime de informática, danos ao sistema elétrico local, financiamento de terrorismo e lavagem de dinheiro.

Com esse registro, o governo pode ser capaz de confiscar em massa as máquinas dos mineradores, se assim julgar necessário, já que terá uma lista completa e atualizada com seus dados. Para piorar a coisa toda, uma consequência da obrigatoriedade do registro pode ser a atividade ilegal, ou, ainda, a mudança de fazendas de mineração de Bitcoin para outros países.

Fonte: Canaltech

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CANAL NO TELEGRAM

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018