bannerrootday

Empresa mostra pilha AA 'eterna' que se recarrega pelo ar



O sonho da eletricidade sem fios já vem da era do físico Nikola Tesla, mas ninguém até hoje conseguiu uma forma viável e segura de colocar esse sonho na prática. Durante a CES 2018, uma empresa Ossia demonstrou uma nova abordagem dessa proposta ao revelar pilhas que conseguem se carregar a partir do ar para funcionar, em teoria, eternamente.

A Ossia é uma empresa que produz uma tecnologia de recarga sem fio chamada Cota, que consiste em duas partes: um transmissor de radiofrequência e um receptor acoplado a algum dispositivo, que transforma esse sinal em energia para recarga de baterias. O Gizmodo nota que deve demorar um pouco para vermos isso aplicado a algum produto do nosso cotidiano, justamente porque os celulares e tablets que usamos rotineiramente precisariam ter a antena da Ossia embutida, e isso não deve acontecer tão cedo. Uma outra opção seria o uso de uma capinha específica, que é excessivamente volumosa e pouco prática.

O que a empresa tem de interessante e pronto para uso no mundo real são as pilhas Cota Forever Battery. São pilhas no formato AA que parecem comuns, mas que possuem a antena da Ossia embutidas, de forma que conseguem ser carregadas por meio do transmissor da companhia. Isso significa que, na teoria, você poderia deixar o equipamento conectado a uma tomada no canto da sala e nunca mais se preocupar em trocar as pilhas de quaisquer produtos que você tenha na sua casa.

Isso pode incluir, por exemplo, o seu mouse sem fio, um controle de Xbox One, o controle remoto da sua TV e outros equipamentos que você venha a usar na sua casa que venham a depender de uma fonte de energia interna. Uma outra vantagem é que o formato de pilhas AA é conhecido por qualquer pessoa, mesmo sem qualquer conhecimento de tecnologia, então sua adoção seria bastante simples.

No entanto, a tendência é que essa realidade ainda esteja longe de se concretizar, porque a Ossia ainda não vende os transmissores, que hoje são pequenos o bastante para ficarem no teto de forma discreta, para o consumidor final. A tendência é que as pilhas eternas possam levar a empresa a acelerar a adesão da eletricidade sem fio, mas só o tempo vai dizer.


Fonte: Olhar digital

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CANAL NO TELEGRAM

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018