bannerrootday

FBI prende um dos maiores spammers do mundo com a ajuda da Apple



FBI prende um dos maiores spammers do mundo com a ajuda da Apple


O russo Pyotr Levashov é conhecido como um dos maiores spammers do mundo, responsável por redes de dispositivos robotizados (botnets) capazes de disparar golpes de phishing e e-mails falsos para milhares de usuários ao redor do mundo. Nesta semana, ele foi preso.
Levashov foi detido pela polícia de Barcelona e extraditado para os Estados Unidos a pedido do FBI, a polícia federal norte-americana. O russo foi preso por sua ligação com a botnet Kelihos, que, segundo investigações, chegava a disparar 4 bilhões de mensagens de spam por dia até 2011.
O FBI conseguiu capturar Levashov observando de perto sua conta no iCloud, serviço de armazenamento em nuvem da Apple. Sob mandado judicial, a empresa foi obrigada a fornecer ferramentas para os policias federais monitorarem as movimentações de Levashov.
Em 2016, a polícia russa desativou os servidores usados para sustentar a botnet Kelihos em Luxemburgo. Cooperando com os agentes locais, o FBI então descobriu uma conta de iCloud que frequentemente se conectava aos tais servidores e descobriu que a conta pertencia ao famoso spammer.
A polícia dos EUA não poderia fazer nada enquanto Levashov estivesse na Rússia, e por isso esperou mais de um ano até que ele viajasse a um país com acordo de extradição com os EUA. Foi o que aconteceu em abril do ano passado, quando ele viajou para a Espanha, segundo o The Verge.
O que não foi revelado ainda é como o FBI descobriu que o spammer estaria em Barcelona naquele dia de abril. A Apple não comenta ações realizadas sob ordem judicial. Levashov está preso desde a última sexta-feira, 3, em território norte-americano enquanto aguarda julgamento.
Fonte: Olhar Digital

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CANAL NO TELEGRAM

Aprenda mais sobre segurança da Informação no evento Worksec

SanDisk lança cartão microSD de 400 GB para celulares na MWC 2018